Quintal dos Poetas
Oficina Literária

                                                                      editora independente
 

 

Poesia em curso

(poemas de livros inéditos)

INVERSÕES

 

Cubram de noite

As cores do dia

 

Minha vigília sagrada

Com o véu de Morféu

 

Vistam minha libido

Com vestes de linho

Alvas e densas

 

Pintem de ódio meus beijos

Minha paz neutralizem

 

Invertam os polos do mundo

Me deixem ser o que fui

 

Ou talvez tentar ser

O que sei que não sou

 

(Do Livro “Boca reversa”)

 

 

 

DANÇA Nº 63 A TRES VERBOS

 

Na festa alegria

Na agonia gemidos

 

 Na vitória

Um brado

 

No sossego

Silencio

 

No carinho

Aconchego

 

Lados vários

Banais

Liquefeitos

 

Solventes e solúveis

Unificados em rubro

 

Na taça da existência

Transborda um vinho amargo

 

 

(Do Livro “Dança dos verbos”)

 

 

INCLUDÊNCIA

 

Inversão nas diferenças da igualdade de mim mesmo, quando tento ser o que não sou. Conversão na desigualdade do que me tornei, faz-me volta a ser o que não fui. Embaralho os tempos e as dimensões, mas a personagem é sempre a mesma, inteira e includente na diversidade do que vê e não entende.

 

 

(Do livro “Última chamada”)

 

 

DÉCIMO ESBOÇO

 

Nos ventos nutro

A essência dos rumos

Descompromissados

 

Doidos os cata-ventos

Revolvo o prumo do Leme

 

Desnorteio

Sabendo certo o que quero

Intemerato timoneio

E vou dar no Leblon

E no contrário dos mares...

 

 

(Do livro “Caderno de esboços”)

 

 

 

 

 

 

 

 

​